22.5 C
Brasília
terça-feira, 20 fevereiro 2024 18:49

Embarcação afunda na Baía de Guanabara; 2 corpos são encontrados e 6 pessoas estão desaparecidas

As mais lidas agora

PEC do estouro é protocolada no Senado

Após 13 dias de debate no Senado, a...

Temor a Deus

  "O temor do Senhor é o princípio da...

Casal é chicoteado e espancado por apoiar Bolsonaro

Tribunal do Crime cobra casal que fez campanha...

Mistério de Deus

QUERIDA MOCIDADE, QUERIDOS PASTORES: Assim diz a Santa...

Uma embarcação afundou na tarde deste domingo, 5, na Baía de Guanabara. Em nota, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBMERJ) informou que o naufrágio aconteceu próximo à Ilha de Paquetá. Havia 14 pessoas a bordo da embarcação. Conforme o recente balanço divulgado pelos bombeiros, “seis vítimas foram resgatadas por terceiros, receberam os primeiros-socorros do CBMERJ e foram encaminhadas para o CER da Ilha do Governador: duas mulheres, dois homens e duas crianças do sexo masculino. No fim da noite, duas pessoas foram encontradas sem vida: uma mulher e um homem. Seis vítimas seguem desaparecidas: uma criança e um adolescente do sexo masculino e quatro adultos, sendo dois homens e duas mulheres”. Guarda-vidas e mergulhadores da corporação atuam nas buscas pelas vítimas com o apoio de lanchas, motos aquáticas, botes e aeronaves.

Não foi divulgado se o naufrágio tem relação com as condições climáticas. Neste domingo, houve chuvas intensas na região. Em nota, a Marinha do Brasil disse que a Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) tomou conhecimento da ocorrência na tarde deste domingo e “enviou uma equipe de Busca e Salvamento (SAR) ao local para averiguações”. “Insta salientar que não foi verificado indício de poluição hídrica no local. A CPRJ esclarece, também, que um procedimento interno será instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente, bem como colher ensinamentos para reduzir a probabilidade de ocorrências análogas no futuro”, destacou a CPRJ. Quando as formalidades legais forem cumpridas, “os documentos serão encaminhados ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação”.

- Publicidade -spot_img

Você vai gostar disso