20.5 C
Brasília
segunda-feira, 4 março 2024 9:30

Missão de paz africana é interrompida após bombardeio da Rússia em Kiev.

As mais lidas agora

PEC do estouro é protocolada no Senado

Após 13 dias de debate no Senado, a...

Temor a Deus

  "O temor do Senhor é o princípio da...

Casal é chicoteado e espancado por apoiar Bolsonaro

Tribunal do Crime cobra casal que fez campanha...

Mistério de Deus

QUERIDA MOCIDADE, QUERIDOS PASTORES: Assim diz a Santa...

Nesta sexta-feira (16), a Rússia lançou uma série de mísseis contra Kiev durante a visita de uma delegação de governantes africanos que busca uma solução para o conflito. Os líderes africanos, incluindo o presidente da África do Sul Cyril Ramaphosa, se reunirão com o presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, e com o russo Vladimir Putin em São Petersburgo. As sirenes do sistema de defesa antiaérea foram acionadas pouco depois da chegada da delegação, e a Força Aérea da Ucrânia afirmou ter derrubado 12 mísseis russos. O prefeito de Kiev informou que o ataque não provocou danos na cidade. A delegação tem como objetivo “tentar encontrar um caminho para a paz no conflito”, mas analistas consideram que a missão tem poucas possibilidades de sucesso.

- Publicidade -spot_img

Você vai gostar disso