24.5 C
Brasília
domingo, 25 fevereiro 2024 22:35

Homem ateia fogo ao próprio corpo no DF, contra o STF

As mais lidas agora

PEC do estouro é protocolada no Senado

Após 13 dias de debate no Senado, a...

Temor a Deus

  "O temor do Senhor é o princípio da...

Casal é chicoteado e espancado por apoiar Bolsonaro

Tribunal do Crime cobra casal que fez campanha...

Mistério de Deus

QUERIDA MOCIDADE, QUERIDOS PASTORES: Assim diz a Santa...

Um homem deu entrada no hospital regional da Ala Norte (HRAN), nesta terça-feira (31/1), após iniciar incêndio na obra central da Esplanada dos ministérios. Segundo testemunhas, ele tem 58 anos, nasceu em Botucatu (SP) e chegou a exclamar “Assassinato a Xandão”, em referência ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Conforme consta no recurso da polícia Militar (PMDF), populares conseguiram apagar o fogo e acionaram o corpo de bombeiros Exército do DF (CBMDF).

Ao lado do homem estavam vários papéis com fotos de figuras históricas, como Johann Georg Elser, conhecido por tentar matar o ditador nazista Adolf Hitler; o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela; e Claus von Stauffenberg, conhecido por liderar a operação Valquíria, que também tentou assassinar Hitler.

Todas as fotografias foram acompanhadas da frase “Perdeu, Mané” utilizada pelo ministro do STF, Luis Roberto Barroso, ao ser abordado por outro manifestante bolsonalista em Nova York (ESTADOSUNIDOSDAAMÉRICA). Seu estado de saúde não foi divulgado.

- Publicidade -spot_img

Você vai gostar disso