ESTUDANTES SÃO AGREDIDOS POR DEPUTADOS GOVERNISTAS




Pedro Gorki, presidente da UBES, sendo arrastado à força para fora do plenário.  

Convidados pela Comissão de Educação da Câmara Federal para acompanhar
a audiência pública que ouviu o ministro da Educação na tarde de ontem,
os presidentes da UBES, Pedro Gorki; e da UNE, Marianna Dias, foram
agredidos por deputados da base do governo e pela polícia legislativa e
impedidos de se pronunciar.

Os estudantes repudiam a agressão sofrida e exigem retratação da
Câmara. Entendem que essa é a Casa do Povo. “Neste momento de crise e de
cortes no orçamento da educação, queremos e temos direito de dar nossa
opinião”, afirma Pedro Gorki. “Somos as entidades representativas dos
estudantes, ainda mais respaldadas pela grande mobilização que toma conta
do país contra os cortes e em defesa da educação”. Dia 30 de Maio
seremos milhares nas ruas, realizando grandes mobilizações. É assim que
nós faremos ouvir”, finaliza o presidente da UBES.

 A seguir nota das entidades estudantis:

CONTRA AS AGRESSÕES SOFRIDAS PELOS PRESIDENTES DA UBES E DA UNE

A UNE e a UBES estiveram nesta quarta, 22 de maio, na Comissão de
Educação da Câmara dos Deputados para audiência com o ministro da
Educação.

Os presidentes das entidades ouviram atentos as falas dos deputados e as
respostas do ministro Abraham Weintraub. Após cinco horas de audiência, a
presidenta da comissão deu aos representantes estudantis o direito à
fala. Contudo deputados da base governista, empenhados em impedir a
participação dos estudantes, fizeram tumulto com a mesa e, não
satisfeitos, partiram, junto a seguranças da Casa, à agressão física.
Arrastaram o presidente da UBES, Pedro Gorki, e a presidenta da UNE,
Marianna Dias, para fora do plenário.

Repudiamos veemente a atitude desproporcional dos deputados e reafirmamos
nosso compromisso com a ciência, a pesquisa e a educação pública. Tais
atitudes evidenciam o desespero da base do governo pela grande proporção
dos atos de rua. Não seremos calados ou coagidos!

No 15 de maio demos uma aula nas ruas e no 30 maio voltaremos às ruas contra os
cortes a educação e ciência!

União Nacional dos Estudantes
União Brasileira dos Estudantes Secundaristas
Associação Nacional dos Pós-Graduandos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário