Barão de Cocais: Parte do talude se desprende, afirma Vale




Vista aérea mostra a mina Gongo Soco, da Vale, localizada em Barão de Cocais (MG) - 23/05/2019 (Leonardo Benassatto/Reuters)

De acordo com a mineradora, as primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual e não causará “maiores consequências”

Parte de uma das paredes do talude da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), se desprendeu na madrugada desta sexta-feira, 31. De acordo com a Vale, mineradora responsável pela estrutura, a cava de onde é retirado o minério, e barragem Sul Superior, com os rejeitos da atividade, não foram afetadas.

Confira a nota da Vale:

A Vale informa que identificou ao longo da madrugada desta sexta-feira, 31/5, o desprendimento de fragmentos do talude norte da cava da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG). Esses blocos se acomodaram no fundo da cava. As primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual, o que até o momento corrobora as estimativas de que o desprendimento do talude deverá ocorrer sem maiores consequências.

A cava e a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km da mina, seguem com monitoramento 24 horas por dia de forma remota, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas, além de sobrevoos com drone. A barragem está em nível 3 desde 22 de março e a Zona de Autossalvamento (ZAS) já havia sido evacuada preventivamente em 8 de fevereiro.

Fonte: Veja

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*