Taurus ganha Prêmio Exportação RS




A Taurus, uma das maiores fabricantes de armas do mundo, venceu a 47ª
edição do Prêmio Exportação RS na categoria Trajetória Exportadora Master.
A companhia está entre  as  empresas  gaúchas  que  obtiveram  os  melhores
resultados  e  desenvolveram  estratégias  para  comercializar  seus  produtos
no  mercado  internacional.
Sediada  em  São  Leopoldo,  no Rio Grande do Sul, a Taurus exporta para mais
de 100 países, é a líder mundial na fabricação de revólveres e uma das
maiores produtoras de pistolas do mundo, além de ser a quarta marca mais
vendida no exigente mercado norte americano.
Com cerca de 85% de suas vendas destinadas à exportação, em 2018, a Taurus
exportou mais de 715.000 armas, entre revólveres, pistolas, fuzis,
submetralhadoras e espingardas, totalizando mais de U$ 132 milhões de
dólares.
Em 2019, como parte de seu plano estratégico no mercado internacional, a
empresa iniciou o processo de mudança da fábrica localizada na Flórida (EUA)
para o Estado da Georgia. A nova unidade deverá ter capacidade de produção de
até 800 mil armas por ano, dobrando a atual capacidade no país. Segundo o
presidente da Taurus, Salesio Nuhs, este investimento representa muito para a
empresa, pois vem reforçar a presença onde está o maior mercado consumidor do
mundo.
Além disso, a Taurus pretende reforçar a presença em outros países,
continuando a buscar novos mercados. A companhia fez importantes vendas em 2018
para  países  na Ásia, Oriente Médio e África ampliando a receita das
exportações – sem considerar as vendas nos EUA – em 44% ante o ano
anterior.
A Taurus também adotou e desenvolveu processos operacionais eficientes e
robustos, proporcionando estabilidade na produção e atuando de forma intensa
na renovação do portfólio. O lançamento de produtos voltou a fazer parte do
dia a dia da empresa: foram 32 modelos de armas lançados em 2018, com boa
aceitação nos mercados nacional e internacional, de modo que suas vendas
representaram mais de 60% da receita líquida consolidada no ano.
A receita cresceu no Brasil, nos EUA e nos  outros  países  para  onde
exporta,  atingindo  R$  845  milhões  de forma consolidada, montante 22%
superior ao registrado em 2017. O bom desempenho das vendas em todos os países
em que atua indica a reconquista da credibilidade dos consumidores, que
responderam de forma muito positiva à qualidade dos produtos e à diversidade
do portfólio.
A empresa já recebeu dezenas de prêmios internacionais em reconhecimento pelo
seu elevado padrão de qualidade e inovação. Com um dos lançamentos, o novo
revólver Taurus Raging Hunter, a companhia ganhou mais uma importante
premiação internacional, o American Handgun of the Year 2019. O reconhecimento
é mais um exemplo de que a empresa está no caminho certo. Já a pistola G2c,
produzida em São  Leopoldo,  é  a  mais  vendida  nos  Estados  Unidos.  No
mundo,  são  6  milhões  de  unidades  comercializadas.
A expectativa para os próximos anos, segundo o presidente da Taurus, é dar
continuidade no processo de restruturação, baseado em rentabilidade
sustentável, qualidade e melhora dos indicadores financeiros e operacionais,
além do forte investimento no desenvolvimento de novos produtos e tecnologias.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*