Em 10 meses, Bolsonaro já espalhou 400 fake news!




Em menos de dez meses de mandato, Jair Bolsonaro já deu 400 declarações falsas ou distorcidas – média de 1,4 por dia. De um total de 702 falas de Bolsonaro analisadas pela agência Aos Fatos desde janeiro, 57% traziam informações enganosas ou imprecisões e 43% eram verdadeiras.

Os erros mais recorrentes acontecem durante entrevistas (mais até do que em suas famigeradas transmissões ao vivo nas redes sociais).

A mentira mais recente foi sobre sua participação na guerra interna que se abateu sobre o PSL. Bolsonaro disse que não estava “tumultuando a relação com o partido” e se mantinha “calado sobre esse assunto”.

Mas, como o amigo navegante sabe, foi justamente uma declaração dele que desencadeou a crise, em 8 de outubro, quando pediu a um militante do PSL que “esquecesse” o partido e não relacionasse seu nome ao do presidente da sigla, Luciano Bivar (PE), que estaria “queimado pra caramba”.

Ainda segundo a agência Aos Fatos, o tema mais abordado por Bolsonaro é a economia, com 184 declarações checadas: 55% verdadeiras e 45% falsas ou distorcidas.

Em segundo lugar vem o meio ambiente, com 80 declarações, 70% falsas ou distorcidas e 30% verdadeiras.

Alguma surpresa?

 Conversa Afiada

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário