Urgente! MPDFT e PCDF deflagram operação contra fraudes na CEB e Caesb




O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (Gaeco/MPDFT), e a Coordenação Especial de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública (Cecor) da Polícia Civil do DF deflagaram nesta quinta-feira, 31 de outubro, a Operação Apáte. Estão sendo cumpridos 19 mandados de prisão temporária e 24 mandados de busca e apreensão, um deles na sede da Companhia de Energia Elétrica (CEB). Além do Distrito Federal, há cumprimento de mandados nas cidades de Águas Lindas e Novo Gama, ambas situadas no estado do Goiás.

As investigações apuram o cometimento de crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito da CEB e da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Indícios apontam que o grupo criminoso atua em diversas frentes, entre elas cobrança de propina para a religação do fornecimento de energia para os devedores; troca de titularidade das contas da CEB e Caesb mediante pagamento de propina e cancelamento de dívidas perante as estatais mediante pagamento de propina.

O nome da ação vem da deusa grega Apáte, que representa a fraude. As investigações se iniciaram após análise do material coletado no aparelho celular de um dos presos na Operação Horus, na qual foram presos grileiros e policiais militares envolvidos no parcelamento irregular de terras públicas no Condomínio Sol Nascente.

Coletiva de imprensa será realizada às 10h no auditório da Polícia Civil do DF

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário