Lula, Dilma e FHC nunca pediram propina, revela Marcelo Odebrecht




Lula é tão inocente quanto FHC ou Dilma, diz delator que fez acordo para acusar Lula e depois mudou de Ideia. Ele disse que nenhum dos três ex-presidentes jamais pediu propina. Se condenaram Lula, teriam que ter condenado FHC, portanto.

Antes de ir ao assunto principal, uma informação ao distinto público. O Brasil é, agora, o país com a segunda maior concentração de renda do planeta. Até o golpe de 2016, que derrubou Dilma, o Brasil tinha a décima quarta maior desigualdade do mundo. Nesta semana, foi divulgado que, agora, após dois anos de Temer e um de Bolsonaro, somos o 2º país mais desigual do mundo.

Sobre o tema de hoje, vale lembrar que, em 2016, o delator Marcelo Odebrecht, filho do dono da empreiteira, Emílio Odebrecht, acusou o ex-presidente Lula de receber “propina”. A denúncia saiu na revista IstoÉ. A matéria afirmou que “Num dos 300 anexos da delação da Odebrecht, considerada a mais robusta colaboração premiada do mundo, o herdeiro e ex-presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, diz ter entregue a Lula dinheiro em espécie”.

Um ano após acusar Lula, o responsável por todos os crimes da Odebrecht saía da cadeia para viver em prisão domiciliar em sua mansão de três mil metros quadrados. Ali, Marcelo começou a mudar a história.

Eis que no último dia 5 de outubro, em depoimento, Odebrecht recuou de todas as acusações contra Lula, inclusive daquela de que pagou propina em espécie para o ex-presidente. Marcelo disse que seria “tremendamente injusto” condenar o petista. E disse mais: o empreiteiro citou um depoimento do pai que isentou Lula e sua acusação a ele se baseava no que o pai teria dito, Marcelo disse não ter como sustentar mais a versão (!!??)

Note que essas acusações pretéritas de Marcelo Odebrecht foram usadas como base nos casos do tríplex e do sítio de Atibaia de forma velada, seriam alguns dos “atos de corrupção indeterminados” a que Sergio  Moro e Gabriela Hardt se referiram ao condenar Lula. E, agora, cai tudo por terra.

Mas o mais revoltante – e, ao mesmo tempo, alentador – é que na Folha de SP desta segunda-feira 9 de dezembro, apesar da manchete desonesta do jornal, que induz a crer que Marcelo Odebrecht acusa Lula, na entrevista ao ele inocenta Lula de novo e faz uma revelação: não há nada que Lula tenha feito que Fernando Henrique Cardoso ou Dilma Rousseff não tenham feito igual.

Disse Marcelo à Folha:  “A gente se esforçava, passava notas para o Lula. O pessoal [da Lava Jato] achou várias das minhas notas. Porque a gente fazia questão de deixar claro o que a Odebrecht já fez em outros países para Lula, Dilma e Fernando Henrique Cardoso”

CONFIRA A MATÉRIA EM VÍDEO

Fonte: Blog da Cidadania

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*