Convenção do Patriota nesta segunda tenta viabilizar filiação de Bolsonaro




Possível nova casa de Jair Bolsonaro para a disputa de 2022, o Patriota realiza nesta segunda-feira, 14, uma nova convenção. O objetivo do presidente da sigla, Adilson Barroso, é sanar irregularidades apontadas por um cartório de Brasília, que, entre outros pontos, exigiu a comprovação de que houve quorum qualificado para alterar o estatuto da sigla.

Na convenção do dia 31 que filiou o senador Flávio Bolsonaro e abriu caminho para o ingresso do presidente da República. A contestação foi provocada pelo vice-presidente do Patriota, Ovasco Resende, adversário político de Barroso e principal entrave à filiação de Bolsonaro. As informações são do jornal O Globo.

Na última quarta-feira, o cartório do 1° Ofício de Notas do Distrito Federal emitiu uma nota devolutiva —  utilizada para cobrar esclarecimentos —  dando 30 dias para a entrega de documentos que expliquem a “eventual não satisfação do quorum qualificado”.

A Tarde

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário