Cultura lança edital para gestão compartilhada do Cine Brasília




Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Patrimônio Cultural do Distrito Federal e tradicional templo do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o Cine Brasília ganha chamamento público para gestão compartilhada com organização da sociedade civil (OSC), no valor de R$ 2 milhões, para programação e gestão durante 14 meses.  O detalhamento está no edital nº 1/2022, que foi publicado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (25).

Confira o edital.

“O Cine Brasília é uma das joias monumentais de Brasília e do conjunto arquitetônico de Oscar Niemeyer. Nasceu com a função nobre de abrir as portas e oferecer arte à população. E segue cumprindo a missão de formar, por meio da cultura, gerações de cinéfilos”, destaca o secretário Bartolomeu Rodrigues.

Caberá, à instituição selecionada, desenvolver estratégias e ações em consonância com a Coordenação Gestora do Cine Brasília, a ser composta por representantes da Secec, da sociedade civil e da instituição selecionada. Fica facultada à organização a possibilidade de obtenção de créditos complementares por instrumentos como a Lei Rouanet ou a Lei de Incentivo à Cultura (LIC) do Distrito Federal.

“A intenção da parceria é buscar os aprimoramentos necessários ao Cine Brasília e trazer melhorias e impacto positivo na gestão”, afirma a subsecretária de Economia Criativa, Érica Lewis.

Além dos filmes

O edital determina que a programação do cinema contemple eventos complementares, como lançamento de livros com temas voltados ao audiovisual, exposições de fotografias e de cartazes, lançamentos e exibições de mostras temáticas produzidas em parcerias com embaixadas.

O Termo de Colaboração contempla o prosseguimento de políticas de estado de formação de novos públicos, atendendo a projetos da Secec envolvendo estudantes da rede pública, como Territórios Culturais,  Cultura Educa e A Escola Vai ao Cinema.

Uma das novidades que o edital prevê é a cobrança de ingressos por meio de bilheteria eletrônica (com uso de cartão de débito ou crédito) e vendas online, além da tradicional aquisição de entradas em espécie no local.

Inscrição

A instituição deve enviar a ficha de inscrição e a proposta, em formato PDF, para o endereço eletrônico protocolo@cultura.df.gov.br, devidamente identificado com o assunto “Programação e Gestão Compartilhada do Cine Brasília”, no período de 2 a 31 de março, até as 18h. Cada arquivo deve ter no máximo 20 MB. As propostas serão avaliadas pela comissão de seleção estabelecida na Portaria 31/2022.

O resultado provisório será publicado no DODF e no site da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.

Fonte: Agência Brasília

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário