Ibaneis anuncia vacinação contra Covid para 50 anos; agendamento começa neste sábado




Marcação para pessoas sem comorbidades deve ser feita a partir das 13h, pelo site da Secretaria de Saúde. Aplicação das doses está prevista para começar na segunda-feira (14).

O agendamento da vacinação contra Covid-19 de pessoas a partir dos 50 anos, sem comorbidadescomeça neste sábado (12), às 13h. A informação foi confirmada ao G1 pelo governador Ibaneis Rocha (MDB).

O agendamento deve ser feito no site da Secretaria de SaúdeA aplicação do imunizante está prevista para começar na segunda-feira (14).

Também está aberto o agendamento para quem tem entre 53 e 59 anos, pessoas com comorbidades ou deficiência e rodoviários. Motoristas e cobradores devem constar em lista enviada pelo sindicato que representa a categoria. A marcação também deve ser feita pela internet.

Em um intervalo de cinco horas, somente na sexta-feira, 48 mil pessoas agendaram o horário e vão poder se imunizar já neste sábado (12). A Secretaria de Saúde informou que 114 mil doses serão destinadas para atender esse público.

Quem agendar e não puder comparecer para o atendimento, tem até cinco dias para procurar a unidade selecionada para vacinação. Caso contrário, perde a prioridade, segundo o GDF.

As pessoas com 60 anos ou mais podem procurar os postos de imunização sem a necessidade de marcar um horário

Campanha no fim de semana

 

A campanha de vacinação contra a Covid-19 continua neste fim de semana no Distrito Federal. Serão seis postos de imunização neste sábado (12) e domingo (13), com atendimento das 9h às 17h.

 

Podem procurar os postos, sem a necessidade de marcar um horário, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da educação que constam em lista, além de grávidas e puérperas com comorbidades. Há pontos específicos para cada grupo.

Para concluir o atendimento aos trabalhadores do ensino básico da rede pública, a Secretaria de Saúde vai destinar 38 mil doses de vacinas contra a Covid-19 . Entre elas, estão 36,2 mil doses da Janssen, que vencem em 27 de junho, e devem chegar à capital até a próxima terça-feira (15).

Segundo o chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha (MDB), o governo prepara “uma operação de guerra” para os atendimentos, e a data de início será divulgada “assim que as doses chegarem”. Até lá, o atendimento de trabalhadores que atuam em creches segue normalmente.

O reforço para a vacinação, segundo o secretário, é para garantir o início das aulas presenciais nas escolas públicas em agosto, conforme previsto pelo GDF. Já a imunização dos professores do ensino superior federal segue sem data prevista

Fonte: G1 DF

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário