Qualidade de vida e mais infraestrutura para Taguatinga




Taguatinga está bem-cuidada pelas equipes do GDF Presente. Os trabalhadores trataram de não deixar entulhos e inservíveis nas ruas, deram uma cara nova para um parquinho na Vila Dimas e também recuperaram meios-fios e calçadas na Rua do Senai, entre a QNF e a QNL, que precisou de reparos após a forte chuva dos últimos dias.

Em relação às calçadas e meios-fios, a administração de Taguatinga trabalhou com a Novacap para recuperar um trecho da calçada na ligação entre a QNF e a QNL. O local foi recuperado e a população já pode transitar por lá com segurança.

Já no parquinho da QSE 3, na Vila Dimas, o GDF Presente reforçou o local com areia para que a brincadeira não fosse interrompida e pudesse ser feita com maior segurança pela garotada.

Outro trabalho executado nos últimos dias foi o recolhimento de inservíveis no Setor QNG. Sofás, colchões, restos de cama e de sofás saíram das ruas e foram direto para os caminhões da administração para o descarte correto.

“Na recuperação da via QNL/QNF, próximo ao Senai, onde na semana passada um temporal provocou enormes estragos, a atenção foi imediata”, explica o administrador da cidade, Renato Andrade.

“É importante lembrar o apoio do governador Ibaneis Rocha, que tem dado toda a atenção a Taguatinga e garantido investimentos superiores a R$ 500 milhões para a execução de obras essenciais em nossa metrópole, sempre de acordo com as demandas da população”, ressalta o administrador.

Ainda segundo Andrade, outras grandes obras estão por vir na região administrativa. “Temos uma que será feita em todo o Pistão Sul, com a recuperação da camada asfáltica, construção de calçadas e de novos meios-fios, além de uma ciclovia, dentro do Projeto Sustentabilidade”, afirma.

Ouvidoria

Boa parte das obras realizadas pelo GDF Presente são para atender pedidos, sugestões e reclamações da população. Em Taguatinga, a maior parte delas é sobre a operação tapa-buracos. No geral, sobre todos os pedidos, a resolutividade é de 92%, segundo a administração.

“As pessoas devem procurar os canais oficiais da Ouvidoria, seja presencialmente na própria administração, pelo site www.ouv.df.gov.br ou pelo telefone 162. É importante que elas forneçam um telefone válido para contato para o nosso retorno e atendimento da demanda”, explica o responsável pela Ouvidoria da administração de Taguatinga, Teo Ribeiro.

Em 2021, a administração recebeu 1.282 manifestações pela Ouvidoria. Para recolhimento de inservíveis, como o do Setor QNG, foram cerca de 200, e todas atendidas. “A população tem criado uma cultura de solicitar a remoção de inservíveis. Isso ajuda muito e diminui o descarte irregular. Muitos já têm tomado essa consciência”, acrescenta Teo Ribeiro.

Fonte: Agência Brasília

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário