27.5 C
Brasília
quinta-feira, 22 fevereiro 2024 15:23

Mauro Cid foi o primeiro a se calar

As mais lidas agora

PEC do estouro é protocolada no Senado

Após 13 dias de debate no Senado, a...

Temor a Deus

  "O temor do Senhor é o princípio da...

Casal é chicoteado e espancado por apoiar Bolsonaro

Tribunal do Crime cobra casal que fez campanha...

Mistério de Deus

QUERIDA MOCIDADE, QUERIDOS PASTORES: Assim diz a Santa...

O tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente Jair Bolsonaro, compareceu fardado à CPMI do 8 de Janeiro, por orientação do Exército, mas permaneceu em silêncio durante todo o seu depoimento nesta terça-feira (11 de julho de 2023). Convocado como testemunha e investigado, Cid não respondeu às perguntas dos congressistas.

Sua conduta foi considerada desrespeitosa pelos parlamentares, uma vez que desobedeceu à decisão da ministra do STF, Cármen Lúcia, que permitia ao depoente permanecer calado apenas em questões que pudessem incriminá-lo, mas exigia respostas para aquelas que não o incriminassem.

- Publicidade -spot_img

Você vai gostar disso