20.5 C
Brasília
segunda-feira, 4 março 2024 9:25

Lula anuncia um plano abrangente com 100 medidas para auxiliar a economia argentina.

As mais lidas agora

PEC do estouro é protocolada no Senado

Após 13 dias de debate no Senado, a...

Temor a Deus

  "O temor do Senhor é o princípio da...

Casal é chicoteado e espancado por apoiar Bolsonaro

Tribunal do Crime cobra casal que fez campanha...

Mistério de Deus

QUERIDA MOCIDADE, QUERIDOS PASTORES: Assim diz a Santa...

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reiterou sua convicção de que a integração da América do Sul é uma política de Estado e defendeu a assistência financeira ao país vizinho. Durante seu discurso, o presidente reforçou a visão de estabelecer uma moeda única para a região, juntamente com outras 100 medidas, incluindo uma linha de crédito para exportações em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para auxiliar a Argentina a superar sua grave crise econômica.

O presidente argentino, Alberto Fernández, visitou o Brasil para discutir acordos de auxílio à economia argentina. Durante a reunião, Lula concedeu a medalha Cruzeiro do Sul ao presidente argentino e reforçou a importância da integração entre os dois países.

Os líderes discutiram uma proposta de financiamento para exportadores brasileiros com garantias do governo argentino no Banco do Brics. Além disso, foram discutidas medidas para aumentar a cooperação entre Brasil e Argentina em áreas como energia e infraestrutura.

Alberto Fernández, presidente da Argentina, enfatizou a amizade com Lula. “Quando alguém enfrenta problemas, pede ajuda aos amigos. E os amigos estão sempre presentes”, declarou o mandatário argentino. Lula já expressou seu apoio a Fernández para que o Brics possa oferecer financiamento à Argentina. Atualmente, o NBD é presidido pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

- Publicidade -spot_img

Você vai gostar disso