24.5 C
Brasília
domingo, 25 fevereiro 2024 23:06

Trump e Putin, juros altos: cenários que devem preocupar os EUA este ano…

As mais lidas agora

PEC do estouro é protocolada no Senado

Após 13 dias de debate no Senado, a...

Temor a Deus

  "O temor do Senhor é o princípio da...

Casal é chicoteado e espancado por apoiar Bolsonaro

Tribunal do Crime cobra casal que fez campanha...

Mistério de Deus

QUERIDA MOCIDADE, QUERIDOS PASTORES: Assim diz a Santa...

A tomada da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos pelo Partido Republicano nesta semana inaugura um período político de dois anos que ameaça trazer confrontos para o governo.

Ao mesmo tempo, um presidente da Câmara republicano e um presidente democrata tentam exercer o poder nas extremidades opostas da Pennsylvania Avenue, a sede do poder em Washington.

A possibilidade inédita de que o ex-presidente Donald Trump, que já se lançou candidato à Casa Branca novamente, possa enfrentar os tribunais pode dividir o país ainda mais num momento em que a democracia norte-americana sofre grave pressão.

Agitada desde já, a campanha presidencial de 2024 vai anuviar ainda mais o cenário, já que os dois partidos sentem que a Casa Branca e o controle do Capitólio estão em disputa após eleições de meio de mandato muito apertadas.

No exterior, a guerra na Ucrânia vive a possibilidade constante e alarmante de virar um conflito entre a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a Rússia. O cenário testará a vontade dos contribuintes norte-americanos de continuar enviando bilhões de dólares para sustentar os sonhos de liberdade de outros povos.

Enquanto lidera o Ocidente nessa crise, o presidente Joe Biden enfrenta também desafios cada vez mais fortes da China e dos alarmantes avanços nos programas nucleares do Irã e da Coreia do Norte.

Se 2022 foi um ano tumultuado e perigoso, 2023 pode ser tão complicado quanto.

- Publicidade -spot_img

Você vai gostar disso